FAQ

Porquê uma ONG no âmbito do Movimento Slow?

A ONG, ‘Slow Movement Portugal’ nasce com o propósito de preencher um lugar ainda não ocupado no panorama nacional, acompanhando uma tendência que se intensifica e dissemina internacionalmente tanto formalmente como de maneira informal e espontânea. Pretende enquadrar e fortalecer diferentes iniciativas, identificadas com a atitude slow, já existentes ou a criar, por forma a dar-lhes visibilidade, coerência e impacto. Consideramos que faz todo o sentido uma ONG no âmbito do Movimento Slow pois este abrange uma rede de valores sociais, ambientais, territoriais e individuais com pertinência actual e passiveis de serem trabalhados através da participação cívica e do associativismo

O que querem fazer?

Pretendemos funcionar como uma referência ao nível do Movimento Slow e dos seus princípios e valores. Com isso pretendemos dignificar, enquadrar, afirmar, promover e divulgar o conceito, a organização, os seus parceiros e respectivos projectos e actividades.

Queremos dinamizar e fortalecer redes de parceria, de contacto, partilha e encontro de pessoas, entidades, actividades e grupos interessados e identificados com o conceito ou com os valores e projectos com ele relacionados, quer a nível nacional como internacional.

 Pretendemos promover uma abordagem Integrada e sistémica do conceito e movimento slow. O Slow Movement é susceptivel de ser aplicado às mais diferentes áreas da vida, (que entedemos não serem estanques, mas sim, interdependentes e relacionadas), desde a saúde e bem-estar, educação e formação, lazer e cultura, redes sociais e relacionamentos, comunidades locais e territórios, trabalho, família, alimentação, ambiente, etc. Queremos interrelaciona-las mas também definir áreas de actuação (educação, aprendizagem ao longo da vida, turismo sustentável, etc.). Acreditamos que só actuando de forma integrada e sistémica se conseguem os melhores resultados para os indivíduos, grupos, ambiente e qualidade de vida geral de uma comunidade.

Como querem fazer?

Dado o seu âmbito holístico integrado, sistémico e multidimensional o Movimento Slow pode tornar-se demasiado abrangente e com isso perder a focalização, contudo, a Associação não pretende fazer tudo, não queremos sobrepor-nos aos actores e entidades que já realizam actividades e projectos de acordo com a filosofia slow. Queremos divulgar e apoiar quem faz e funcionar em parceria e articulação com as demais entidades, indivíduos e grupos já existentes ou que possam vir a formar-se.

Queremos também ter algumas actividades e projectos próprios de acordo com o âmbito de competência dos membros da organização. Queremos que o diálogo com os parceiros e a auscultação dos seus pontos de vista sirva para ajudar a delinear as nossas acções, actividades e projectos.

Queremos desenvolver algumas estratégias de auto-financiamento que nos permitam uma existência mais saudável e autónoma e que nos ajudem a uma maior sustentabilidade, área tão difícil e delicada no Terceiro Sector.

Fiel à sua bandeira e aos valores que preconiza, a ‘Slow Movement’, pretende sonhar grande mas começar pequeno e crescer sem pressas, passo a passo numa atitude branda mas determinada, sem ficar presa a objectivos impossiveis mas ultrapassando sucessivamente fases após atingir em cada uma o conforto, de forma a melhor assegurar a sua sustentabilidade.

 

Onde querem actuar?

Queremos ter um âmbito de actuação local e nacional mas também estabelecer parcerias e redes com entidades e pessoas a nível internacional.

Queremos, a médio/longo prazo, desenvolver acções de cooperação para o desenvolvimento e trabalhar com os parceiros locais nos paises africanos de expressão portuguesa desenvolvendo acções no terreno, na área da educação/formação e desenvolvimento comunitário integrado.

Condomínio Solares da Arruda, bloco B, fração Z

2630-240 - Arruda dos Vinhos

Telefone:

969128599

Página de Facebook  

email: slowpt@sapo.pt

 

Destaques